quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Bolha de sabão

Queria poder esquecer.
Queria viver na ilusão.
Queria apenas flutuar.
Queria não pensar.
Queria não me importar.
Queria apenas ser feliz.
Queria ser uma bolha de sabão.

Carina Freitas da Rosa

4 comentários:

Andarilho disse...

Ah, mas bolas de sabão estouram tão rápido...

Nina Rosa disse...

É... Eu sei... Mas eu seria uma bola de sabão forte, e rexistiria ao vento, a chuva e percorreria o mundo, voando levemente. Seguindo em frente de forma leve. É mais num sentindo subjetivo, do que significa bola de sabão pra mim. Já fui uma bolha de sabão, num exercício de teatro e para mim foi uma experiência maravilhosa. E eu não estourei. Fui forte e rexistente! ^__^

Andarilho disse...

Ah, então está mais pra bexiga do velho Carl Fredricksen (de UP).

Nina Rosa disse...

Hahaha... É, está mais pra Carl Fredricksen! XD