quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Nunca desista de seus sonhos

"Quando você acha que já viu tudo, é porque você não viu nada" (acabei de pensar isso, não sei se já li em algum lugar ou se alguém em algum lugar acabou de escrever isso, só sei que acabei de pensar nesta frase).

Estava lendo o livro Nunca Desista de Seus Sonhos de Augusto Cury e encontrei algumas frases muito interessantes. Estou fascinada e encantada, por isso vim aqui transcrever algumas delas:

"Os sonhos são como vento, você os sente, mas não sabe de onde eles vieram e nem para onde vão. Eles inspiram o poeta, animam o escritor, arrebatam o estudante, abrem a inteligência do cientista, dão ousadia ao líder. Eles nascem como flores nos terrenos da inteligência e crescem nos vales secretos da mente humana, um lugar que poucos exploram e compreendem" (p. 9).

"Os sonhos trazem saúde para a emoção, equipam o frágil para ser autor da sua história, renovam as forças do ansioso, aninam os deprimidos, transformam os inseguros em seres humanos de raro valor. Os sonhos fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades" (p. 12).

"Gandhi comentou com sensibilidade: 'O que pensais, passas a ser'. O que pensamos afeta a emoção, infecta a memória e gera as misérias psíquicas" (p. 16).

"Quem é escravo dos pensamentos não é livre para sonhar" (p. 16).

"Para o filósofo Kant, 'a paciência é amarga, mas seus frutos são doces'. A paciência é o diamante da personalidade" (p. 18).

"A vida inteira precisamos de graça e gentileza (Platão, 1985)" (p. 22).

"Quem almeja ter uma personalidade saudável não deve esquecer essa lei: não espere muito dos outros" (p. 57).

"As perdas deveriam nutrir o 'eu' para fazê-lo mais forte e não submisso, mas frequentemente não é isso o que acontece" (p. 58).

"Os perdedores vêem a tempestade, os vencedores vêem por trás das densas nuvens os raios de sol" (p. 60).

"O destino é uma questão de escolha" (p. 69).

"John Kennedy disse: 'O conformismo é o carcereiro da liberdade, o inimigo do crescimento" (p. 81).
"Para muitos a solidão é uma companheira intolerável, mas para os sonhadores é um brinde à reflexão. Os que têm grandes projetos precisam de uma dose de solidão para elaborarem seus sonhos" (p. 88).

"... pensamento de Agostinho: 'na essência somos iguais, nas diferenças nos respeitamos'." (p. 89).

"Quando o mundo nos abandona, a solidão é superável, mas quando nós mesmos nos abandonamos, a solidão é quase insuportável" (p. 99).

"Admirava-se: 'Que loucura é pensar! Somos uma usina de pensamentos extremamente sofisticada, mas estamos tão atarefados em procurar sobreviver que não percebemos este espetáculo'." (p. 103).

"Qual a diferença entre judeus e árabes, americanos e franceses? Quais as diferenças entre psiquiatras e pacientes? Temos diferenças culturais na habilidade criativa, na capacidade de organizar as ideias, mas os fenômenos que constroem todas essas diferenças são exatamente os mesmos" (p. 104).

Quando eu terminar de ler o livro, publicarei mais algumas frases que achei fascinantes.

Nenhum comentário: