quarta-feira, 13 de abril de 2011

Só hoje...

Hoje faz uma ótima noite. O céu está num azul escuro quase negro, com seus pequenos diamantes a brilhar. Hoje foi um ótimo dia. Acordei cedo como todos os dias. Fui à aula de inglês, que é quase aulas VIP, porque só tem uma colega, eu e a professora. Assim é até melhor. Obriga-me a aprender e prestar atenção, além de falar, é claro! Porém, deveria me dedicar mais. Escutar músicas, ler em inglês em casa, e ver filmes e seriados legendados. Apesar de que até assisto a seriados legendados, os que eu baixo da internet. No sábado vi o seriado Mental. Adoro o Dr. Jack Gallagher (Chris Vance), ele é incrível como psiquiatra (ele não pensa em dinheiro, ele pensa prioritariamente no paciente, ou seja, antes de intupir um paciente de remédios ele trata de uma forma diferente) e uma pessoa muito querida também.
Hoje fui na psicóloga. Nossa, foi uma sessão pesada. Mas está tudo bem agora. É engraçado esse negócio de falar é fácil, fazer é que é difícil. Não deveria ser assim. Deveríamos falar e pensar e depois agir como pensamos e falamos para nós mesmos, sem grandes problemas. Queria entender isso. Como funciona isso dentro do cérebro? Ou dentro do pensamento? São coisas bizarras, porque num momento estamos bem, noutro não tão bem. Num momento compreendemos as coisas, noutro esquecemo-nos tudo e sofremos. É bizarro! É intrigante! É fascinante como isso acontece. Eu e minhas divagações malucas, que não levam a lugar nenhum. Talvez seja assim a vida e é por isso que ela é bela, porque nunca sabemos como vamos reagir, como será o amanhã e essa é a beleza do negócio.

Nenhum comentário: