quinta-feira, 10 de março de 2011

Filha da noite


Queria ser filha da noite. Não ter um coração que bate em meu peito. Não ter sentimentos por ninguém, só por mim mesma. Assim, não sofreria. Assim, não sentiria dor. Não sentiria nada. Não precisaria me preocupar com nada além de minha sobrevivência.

2 comentários:

Andarilho disse...

Às vezes eu queria não ter sentimentos tb, mas ai a gente percebe que a dor acompanha outras coisas boas.

Nina Rosa disse...

Como o crescimento pessoal?