terça-feira, 17 de julho de 2012

A Bailarina

A Bailarina de Cecília Meireles, narrado por Paulo Autran.




Antes havia programado esta postagem sem nada, sem explicação, sem conteúdo, sem nada mesmo. Agora venho escrever algumas coisas para explicar esta postagem, principalmente porque estive hoje num encontro de blogueiras para falar sobre os pontos positivos e negativos de se ter um blog e foi falado sobre ter conteúdo no blog e é isso que estou buscando para o meu, ter conteúdo! De preferencia do meu cotidiano e com minhas opiniões sobre ele.
Então, lá vamos nós as explicações...
Primeiro é Paulo Autran quem declama a poesia, um dos maiores atores que o Brasil já teve (hahahaha... nem sei direito na verdade, nunca vi ele no palco, só vi um filme com ele, porque ele é mais do teatro mesmo), mas não sei porque gosto muito dele. Ele sempre me pareceu um senhor sábio e cheio de histórias para contar (o que não deve ser difícil no ramo das artes). Segundo é uma poesia escrita pela Cecília Meireles a qual cresci escutando algumas de sua autoria. Terceiro esta poesia é muito bonitinha e quarto é sobre bailarina justamente no mês do Festival de Dança de Joinville. E é claro que eu vou! Tudo bem que só em uma noite da mostra competitiva, mas vou. E é a noite que eu mais gosto, dança contemporânea e sapateado (principalmente o último).

Nenhum comentário: